Brasil fecha porta 25 (SMTP) para diminuir número de spams e deixar Lista Negra

Por 26 de março de 2013Blog

A virada do ano promete uma internet mais segura e uma caixa de entrada livre de spams para os usuários brasileiros. Desde a 0h do dia 1º de janeiro, os provedores e operadoras de internet de todo o país fecharam a chamada porta 25 – a entrada padrão da troca de e-mails, muito utilizada por criminosos para a distribuição dos indesejáveis spams – para a abertura da porta 587, considerada mais segura.

Com a substituição da porta padrão, usuários de programas de leitura e envio de e-mail – como o Outlook (Microsoft), o Mail (Apple) e o Thunderbird (Mozilla) – que não fizeram a mudança podem ficar com o e-mail inativo (veja abaixo como mudar a sua porta). No segundo dia após a mudança, o Comitê Gestor da Internet (CGI) no Brasil estima que cerca de 20% dos 70 milhões de usuários brasileiros ainda não tenham realizado a troca. Usuários de webmails, como o Gmail e o Hotmail, não serão afetados pela mudança.

O Brasil é considerado um dos maiores emissores de spam do mundo, segundo a chamada Blacklist, ou Lista Negra, que enumera IPs que enviam as mensagens não solicitadas. Segundo Eduardo Parajo, conselheiro do CGI, o país já chegou a ser o primeiro colocado na lista, e está, atualmente, entre os cinco maiores spammers do mundo. “Chegou a um ponto em que alguns países e alguns servidores de e-mail estavam bloqueando todos os e-mails do Brasil. Você queria mandar um e-mail para alguém, por exemplo, na Europa, e quando o servidor de e-mail via que a origem era do Brasil, checava na Blacklist e automaticamente apagava seu e-mail”, explica Parajo.

O comitê notou que a posição do Brasil no topo da lista era causada pelo grande número de máquinas com versões de software desatualizadas e pela falta de cuidado dos internautas, que clicavam em e-mails falsos e acabavam tendo o computador “sequestrado” por spammers. “Conforme esse pessoal ia navegando na internet, clicando em spams, o spammer instalava um malware na máquina do usuário e a transformava em um servidor de e-mail para enviar novos spams”, conta.

Segundo Parajo, a ideia é separar o tráfego de e-mails de usuários dos servidores. Como a porta 25 é padrão para a comunicação de servidores de e-mail, fica difícil identificar um tráfego anormal de e-mails quando não se sabe se ele parte de um usuário ou de um servidor. Com a nova porta 587, exclusiva para internautas, os provedores podem identificar problemas com mais facilidade. “Se o usuário começa a mandar um milhão de e-mails, o servidor poder começar a olhar diferente para ele”, diz o conselheiro do CGI.

A porta 587, no entanto, não impede completamente a ação dos spammers, que costumam ser “muito criativos”, segundo Parajo, e requer alguns cuidados dos usuários na hora da navegação. “A gente sugere que se mantenham as ferramentas de proteção sempre atualizadas, como antispams e antivírus, e que o usuários evitem abrir e-mails de remetentes desconhecidos, e-mails do banco pedindo para que troquem a senha, essas coisas”, sugere.

A proposta do CGI de substituição da porta 25 pela porta 587 surgiu em 2005, mas precisou de muito tempo para convencer os grandes provedores de internet de que a mudança seria benéfica. O acordo final foi firmado só em novembro de 2011, e colocado em prática na forma de campanha, com o nome “Gerência da Porta 25”, em julho do ano passado. Com a iniciativa em ação, a projeção é que o Brasil saia do topo da Lista Negra, deixando o ranking dos dez países que mais enviam spams. O resultado da ação não é imediato, mas deve aparecer nos próximos dois meses.

Como configurar a porta 587

Para substituir as configurações do seu programa de e-mail, você precisa alterar a porta 25 do servidor SMTP para a nova porta 587. Lembrando que usuários de webmails, como Gmail e o Hotmail, não precisarão se preocupar: a mudança já foi feita pelos próprios provedores.

Microsoft Outlook (2007)

Acesse o menu Ferramentas e depois vá até a opção Configurações de Conta. Na tela que abrir, selecione sua conta de e-mail em Alterar. Vá até Mais Configurações e clique na aba Avançado. Por fim, é só alterar o número da opção Servidor de Saída (SMTP) de 25 para 587. Dê OK, clique em Avançar, Concluir e depois Fechar. Feche o Outlook e abra-o novamente para que a configuração seja concluída.

Windows Live Mail

Acesse o menu Ferramentas e vá até a opção Contas. Selecione sua conta de e-mail e clique em Propriedades. Na aba Avançado, altere o número da porta de saída de 25 para 587 e clique em OK.

Mozilla Thunderbird 3

Acesse o menu Ferramentas e depois vá até a opção Configurar Contas. Na tela que abrir, clique em Servidor de Envio (SMTP), selecione sua conta e clique no botão Editar. Altere o número da porta de saída para 587 e clique em OK.

Apple Mail

Nas preferências do programa, vá até a guia Contas e clique na última caixa da janela (SMTP). Selecione a opção Editar Lista de Servidores SMTP e clique em Avançado. Selecione a segunda opção (Usar porta personalizada) e digite o número 587. Confira o nome de usuário e a senha e clique em OK.

Deixe uma Resposta